DiÁcono SimÃo Pedro

Títulos de Maria
 
 

                                                                        Títulos de Maria

Existem três natureza desses títulos,litúrgicos,históricos e populares.

Litúrgicos, são as invocações criadas pela igreja com datas e festas previstas no calendário litúrgico. Ex: Santa Mãe de Deus, Nossa Senhora da Conceição, Assunção de Maria.

Históricos, Invocações surgidas ao longo do Cristianismo, referente a aparições ou com testemunhos de algum prodígio provenientes de tal veneração. Ex: Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora de Lourdes, Nossa Senhora Aparecida

Popular, São as devoções e invocações populares , que nasceu da fé e do carinho do povo pela Mãe de Jesus,e, esta de acordo com as orientações devocionais da igreja católica, lembrando que toda devoção deverá aproximar cada vez mais a pessoa cristã de Jesus. Ex: Nossa Senhora Desatadora dos Nós, Nossa Senhora Passa na Frente, Nossa senhora do Bom Parto.

 

                                                                        Culto de Latria

   LATRIA é uma palavra de origem grega que significa ADORAÇÃO, Portanto é um culto prestado          unicamente a Deus, somente ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo, é prestado o culto de Latria ou ADORAÇÃO.

 

                                                                         Culto de Dúlia

DULIA, Também é uma palavra de origem grega e significa VENERAÇÃO, ( venerar é , reconhecer qualidades, valores, merecimento, querer bem, considerar alguém muito próximo), o culto de veneração é prestado a mãe de Jesus, aos anjos e santos e as almas do purgatório.

 

                                                                          Hiper Dúlia

Hiper Dúlia, bom você já sabe, palavra de origem grega que significa Hiper = Mais ou maior e dulia =Veneração, portanto hiper dúlia é  MAIOR VENERAÇÃO. Aos olhos humanos Maria Santíssima é: A bem aventurada entre os Cristão,dentre os seguidores de Jesus a mais perfeita, por isso merecedora de maior veneração, portanto a veneração prestada a Maria é chamada de Hiper Dúlia

 

                                                                         Nomes de Maria

Oficialmente Maria recebe 1000 (mil) Nomes, existem pesquisas que sugerem muito mais.. Entre esses títulos o mais antigo, oficialmente reconhecido pela igreja no Oriente e no Ocidente é TEOTOKOS, ou Mãe de Deus. Reconhecido pelo Concílio de Èfeso em 431 dc, alguns historiadores afirmam  que mesmo depois da reforma protestante Martinho Lutero continuou defendendo esse titulo de Maria.

Existem alguns títulos curiosos:

N Sª da Coroa, NSª da Correa, NSª da Costa do Marfim, NSª Curvou a Cabeça, N Sª da Flexa, N Sª da Gota de Ouro, N Sª da Lactação, N Sª do Sorriso, N Sª da Arvore, N Sª da Penha, N Sª da Cabeça.....

                                                                      Assunção de Nossa Senhora

A festa da Assunção de Nossa Senhora é celebrada desde o ano 600 dc, e tem suas raízes na festa do DORMITIO de Maria ou festa da DORMIÇÃO, celebrada na igreja do ORIENTE desde o século lV

( ano 300) quando os patriarcas do oriente acreditavam que Maria não morreu mais adormeceu profundamente ao ponto de desligar-se dessa vida e para seu corpo imaculado não apodrecer, por ordem de seu Filho Jesus os anjos a levaram para o Céu.

Porém esse dogma ou verdade da fé, só foi Proclamado em  01 de novembro de 1950 pelo papa Pio XII

 

                                                                 Imaculada Conceição de Maria

 

 Em virtude dela Maria, ter sido escolhida por Deus para ser a mãe do Primogênito divino, pelos mérito do filho que nasceria e por ser ela Maria, fecundada pelo Espírito Santo, Deus a preservou da mancha do pecado original Já no seio materno, pelos mérito do filho Santo que  geraria em seu seio ela nasceu sem o pecado original. Dentre os dogmas marianos, talvez tenha sido esse o que gerou mais discussão entre os teólogos no seio da igreja e maior polemica com os reformadores, esse dogma foi proclamado pelo papa Pio IX em 8 de Dezembro de 1854, porém a festa da imaculada conceição já era celebrada desde  1476 com o papa  Sisto IV