DiÁcono SimÃo Pedro

Crônica para as mulheres da Igreja
 
 

Crônica para  as mulheres da Igreja

 

`` Havia ali também algumas mulheres que de longe olhavam; tinham seguido Jesus desde a Galiléia para o servir ´´ MT 27, 55

 

Durante a jornada do povo de Deus no antigo testamento, bem como a trajetória da sua igreja na terra a presença da mulher tem sido um sinal do amor divino para  com seu povo. Nomes como Sara, Rebeca, Ester, Judite, se entrelaçam na história com Maria de Nazaré   a  Santíssima mãe de JESUS, seguindo com Dorcas, Priscila, Madalena, Joana,  atravessam os tempos apostólicos estreitando seus laços com  Tereza de Ávila, Catarina de Sena, Rita de Cássia, Terezinha de Jesus, Madre Tereza de Calcutá,  Geana Bereta, Zilda Arn´s e tantas outras mulheres que  mesmo no anonimato enfrentaram as durezas e as perseguições da Reforma e da Contra-Reforma, revoluções políticas, ascensão e quedas de Impérios, convulsões políticas e ideológicas, passando por calamidades e terremotos, superando porém os desafios impostos em qualquer época e em todas as épocas mantendo-se fiel ao principio de fazer cumprir a vontade do Altíssimo em suas vidas, vivendo a luz do evangelho, a saga dessas piedosas mulheres se interliga e, se entrelaça com as mulheres de hoje, membro dos mais diferentes movimentos e pastorais, seja no seio da Igreja Católica ou em outras denominações religiosas e para ser honesto devemos lembrar também das corajosas mulheres que mesmo não professando um credo religioso, militam religiosamente em defesa das mais diferentes causas  pelo bem  das obras do divino criador nas mais diferentes ONGS e movimentos sociais e na política. Porem continuemos a tomar como base desta reflexão as participantes da igreja  que a exemplo das mulheres exaltadas nas Sagradas Escrituras, buscam hoje com suas vidas servir ao Senhor ,cumprindo aquela ordem do mestre `` sede santo por que o Pai é Santo ´´,. Podemos dizer que na igreja as mulheres são a força que move as pastorais, sempre revestidas do discreto manto da humildade e do anonimato unidas entre si em torno do mesmo ideal de fé, promovem  com solicitude obras de caridade e de promoção social, sendo solidárias com o próximo, e assumem exemplarmente as situações de filha, esposa e mãe , sendo que a condição de mãe mesmo quando na privação da maternidade biológica o fazem de forma espiritual compartilhando os dons recebidos da graça divina.  Num mundo onde em alguns setores a modernidade prega que para ter sucesso é preciso renunciar algumas atribuições naturais da mulher, as filhas amadas de Deus testemunham com seu agir que é possível  ter sucesso sem deixar de ser mulher em sua plenitude.Mostra para o mundo que a beleza , a conquista e o sucesso da mulher virtuosa repousa na santidade de revestir-se da graça de Deus, para que sua vida seja Sal da terra e luz do mundo.

Não são poucas as mulheres jovens, solteiras, casadas ou consagradas que são destemidas missionárias do reino de Deus, ressalto aqui com terna gratidão as IRMÂS da PROVIDENCIA que atuam em nossa cidade, Porém, o ser missionária não é somente  relativo as mulheres de vida consagrada, mas são todas as mulheres que com fidelidade cumpre seu papel nas mais diferentes modalidades vocacionais em nossa sociedade mantendo se fiel aos princípios evangélico em seu cotidiano , por isso louvo e agradeço o Senhor por elas e peço que a bem aventurada Virgem Maria, rainha das santas mulheres as cubra com seu manto intercedendo junto ao seu filho para que o Espírito Santo continue ungindo essas meninas de Jesus para que com suas vidas não se cansem de testemunhar e de proclamar `` O SENHOR FEZ EM NÓS MARAVILHAS SANTO É SEU NOME´´

 

                                                                Um Abraço Paz e Bem

                                                                  diac Simão Pedro   14/11/2013