DiÁcono SimÃo Pedro

Dizimo - Pagai integralmente os Dizimos
 
 

Pagai Integralmente os Dízimos

Malaquias 3.10-11

``.. Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do templo, para que haja alimento em minha casa. Fazei a experiência- diz o SENHOR dos exércitos-e vereis se não abro os reservatórios do céu e se não derramo a minha benção sobre vós muito além do necessário.. ´´

Amados de Deus quero refletir um pouquinho sobre o dízimo com você, talvez você se pergunte, mas porque o diácono quer refletir sobre o dizimo e não sobre a quaresma que é o tempo litúrgico que estamos vivendo, e que é um tempo propício para a reflexão e conversão, pois durante a quaresma toda a igreja faz um renovado esforço para que os fiéis mudem de atitude, amplie seu horizonte espiritual sendo mais dóceis ao clamor do espírito e mais resistentes contra a sedução da matéria, e por isso e para isso a igreja particular da diocese de Itapetininga na qual nossa paróquia esta inserida disponibiliza mutirão de confissão com todas os padres da diocese nas segundas e quintas- feiras fazendo um rodízio entre as paróquias e assim todos os membros atuantes ou não possam se preparar melhor para as solenidades da Páscoa. Embora esse tema quares mal seja de extrema importância e você esta coberto de razão em questionar-me, mesmo assim quero insistir de falar sobre o dízimo  até mesmo como meio de conversão, lembrando que conversão antes de tudo é uma mudança de atitude, quem diz se convertido, mas não muda de atitude engana a si mesmo, se quero mudar algo tenho que deixar de fazer aquela atitude que gera esse algo indesejado e para isso preciso de maturidade espiritual e de força de vontade, Jesus realiza o milagre a partir do meu desejo de recebê-lo.

Mas voltemos ao dizimo, ou melhor, AOS DÍZIMOS, pois na leitura acima o profeta Malaquias fala no plural, DÍZIMOS, quando falamos em dízimo pensamos logo no financeiro e é verdade a leitura é enfática devemos doar ao tesouro do templo, porém existem outras formas de dízimos que é necessário para o templo do Espírito Santo. Em questão financeira embora tecnicamente o dízimo seja 10 por cento, a igreja Católica não aplica essa regra aos fiéis, deixando livre para que cada um em particular defina a quantia do seu dizimo, porém pede que seja fiel. Essa fidelidade não só se aplica a perseverança  da contribuição na paróquia a qual você pertence, no sentido de participar, como também se espera que esse dizimo seja pago sobre, o 13º, terço de férias, bonificação eventual, vendas não programadas, heranças recebidas, volto a lembrar que não é a porcentagem que conta e sim o reconhecimento de agradecer a Deus por aquele beneficio recebido separando um pouco para doar a sua igreja, fazendo com alegria, gratidão e desapego. Quero lembra também em relação a ser dizimista    dois pontos:

----o dizimo não me dá o direito de querer obter privilégios na igreja, mas sim da à igreja condições de manter ações sociais, evangélicas e humanitárias para quem necessita.

---- Não sou dizimista por que sou amigo do padre, caso mude o padre para de dar o dízimo, sou dizimista por que sou amigo de Jesus, caso mude o padre continuo sendo membro da sua igreja, portanto continuo dizimista.

Enfim o dízimo não é pagamento e nem tão pouco esmola o dizimo é sim ato de reconhecimento da bondade e da generosidade de Deus para comigo.

Mas além da oferta material tão importante quanto, é a oferta espiritual, eu preciso oferecer a Deus  que tudo fez, faz e fará por mim um pouco da minha atenção e dos meus sentimentos, afinal eu não sou só matéria, também sou um ser espiritual com conquistas espirituais, é necessário que ofereça ao altíssimo Senhor, um pouco do meu tempo, um pouco, do meu trabalho, um pouco da minha cidadania, por isso preciso  colaborar dentro do possível e dos meus limites,  com trabalhos na comunidade, onde poderei colocar em pratica os dons que recebi, preciso dar um dizimo do meu tempo para oração e para o culto dominical, preciso  responder com honestidade, meu dia tem 24horas. Quantos minutos eu dedico a oração? Minha semana tem sete dias quantas horas eu dedico ao senhor? Meu mês tem 30 dias quanto tempo dedico ao trabalho na igreja do Senhor? Meu ano tem 12 meses que fiz nesse ano para promover o reino de Deus?

Meus amados para se converter é preciso querer, quem sabe nessa quaresma não seja o tempo  de converter-me em um bom dizimista em corpo e espírito  em palavras e obras, em financeiro e em pastoral, lembrando que não é a quantidade que faz ser bom ou mal dizimista e sim a generosidade com que se oferta seja a moeda da viúva, seja o tesouro de Zaqueu só tem sentido e só é aceito através de um coração contrito e humilde que aceita o Senhorio de DEUS.

Paz e Bem        Um abraço    diac Simão Pedro

Tatuí 16/03/2015